17 October 2006

Crescer

"ficar velho é obrigatorio, crescer é apenas opcional"




Hoje o dia esta cinzento e deu-me para a melancolia!
A #1 teve a sua primeira festa nocturna na escola (das 7 às 9 da noite) e enquanto ela e uma amiga se vestiam dei por mim a pensar ..."no meu tempo... !" Socorro! Parece que tenho 80 anos!! Mas de facto é tão diferente!! Eé' engracado ver como uma rapariga de 10 anos aos poucos se vai transformando numa mulherzinha.
O #2 aborrecido só dizia "it's not fair" e as manas mais novas andavam encantadas por poderem estar no quarto da irmã e observar o que se passava!!

7 comments:

Gloria said...

é só para dizer que adorei a t-shirt da Carolina. Em relação à posta anterior, eu não vi o debate de ontem da tv sobre as financas locais, mas diz quem viu que deita por terra toda a teoria do Sr. Santos.
beijinhos a todos, em especial para cada um de voces.
tiago

Manela said...

"ficar velho e' obrigatorio, crescer e' difícil, muito difícil!"
Hoje, por aqui, também está um dia escuro.É certo que se vê o azul do céu, mas estão nuvens, e umas muito escuras!
Lembro-me da minha mãe dizer-nos:"Quando eu andava no Mª Amália..." eu pensava:mas isso foi 'à séculos'...Como a escala do tempo se modifica quando crescemos!

Manela said...

"ficar velho e' obrigatorio, crescer e' dificil, muito dificil"

Hoje, por cá também está um dia triste, é certo que se vê o azul do céu, mas há muitas nuvens e umas são mesmo escuras!

Lembro-me de a minha mãe dizer:"Quando eu andava no Maria Amália..." eu pensva:'mas isso foi à séculos!'
A escala temporal muda mesmo quando crescemos!
beijinhos a todos
Manela

Anonymous said...

Ola joana
apos algumas tentativas, consegui descobrir o vosso blogspot.Penso que é uma boa maneira de estarmos um pouco mais próximos, os meus agradecimentos.
Gonçalo
PS:Não te preocupes com festas nocturnas das 7 ás 9.(com 10 anos de idade),mas sim, festas que duram o fin-de-semana todo(com 30 anos de idade)

CUNHADO said...

Pois é, confesso que quando vi esta fotografia me deu uma "coisinha má": O TEMPO PASSA MESMO A CORRER. Mas não é tanto pela questão do envelhecimento, do meu envelhecimento, é mais pelo facto de ver o tempo passar e ter pena de não acompanhar mais de perto o crescimento dos meus sobrinhos (g'anda lamechas). O que me consola é que a fotografia prova que a Carolina, assim como os irmãos, está bem. E mais, ESTÁ UMA RAPARIGA GIRA (alguém que conheça a amiga que me perdoe, mas a minha sobrinha é muito MAIS gira). Enfim, é o percurso normal da vida. E Joana, não sei porque te achas com oitenta anos. O que me parece mais provável é que um dia destes, quando fores na rua com a Carolina, vão de CERTEZA perguntar-vos se são irmãs. A Carolina está a crescer, mas tu continuas "una jovencita".

Beijos para todos, com muitas saudades, mas com a sorte de, se Deus quiser, os poder dar pessoalmente no próximo Sábado.

Tucha said...

E’ verdade! Os filhos crescem, hoje festas de duas horas, amanha de quatro e quando menos esperamos de fim de semana...e’ assim faz parte do “crescer” vão-se tornando independentes e responsaveis, nas pequenas e nas grandes coisas, e’ sauda’vel que esse crescimento seja num clima est’avel, equilibrado e pleno de espírito de familia!
No meu tempo, ...! Claro que os tempos mudam, as vivencias são outras mas as recordacoes ficam. Tenho boas recordacoes da minha infância, da infância dos meus filhos e de tudo aquilo que ajudou todo o processo de crescimento. Não gosto mesmo nada da frase “no meu tempo não era assim...faz-nos velhas. Pensemos antes a construir um bom no futuro!.
Era um facto que eu aos 10 anos ainda brincava ‘as casinhas, era sempre a cozinheira, que ate’ deixou marcas, era muito mais infantil, não havia televisao, nem playstations, mas havia muitos tempos livres que eram ocupados da melhor forma.
Com os filhos foi já’ diferente, a tecnologia começou a desenvolver-se de forma rápida e a tomar conta de alguns tempos livres, mas não de todos. Havia tempo para conviver e crescer! Estou a lembrar-me dos escuteiros e dos preparativos para os acampamentos...
Presentemente e’ a tecnologia que faz parte do nosso dia a dia, já’ não podemos passar sem muita coisa que ela nos proporciona mas, não podemos esquecer que as criancas crescem, ajudamo-las a CRESCER!

Anonymous said...

Tás tão grande Carolina, fiquei mesmo impressionada, tambem não te vejo desde a Pascoa. Dá beijinhos a todos da tia zia