9 April 2013

um pequeno nada

desde que chegamos a Roma
que os vejo
nos semáforos
 encostados a uma parede à saída do supermercado
debruçados no chão com uma lata nas mãos
velhos e sujos com a alma sem vida
camisolas desbotadas 
filhos ranhosos adormecidos nos braços
a pedir "soldi, per favore"
since we arrived in Rome
I see them
on the trafic lights
at the supermarket entrance
laid down on the street with a can in their hands
old and dirty with a lifeless soul
jumpers with no color
plastic bags full of treasures just for them
"soldi, per favore"


digo que não com um sorriso
atras dos óculos escuros
que filtram o contacto directo entre os nossos olhos
mas fico incomodada
e zangada comigo mesma
não gosto de dizer não
não gosto de não fazer qualquer coisa
não gosto do sentimento de indiferença que transmito
não gosto do que estou a mostrar aos meus filhos
I say no
behind my sunglasses
that filter the direct contact between our eyes
but inside I'm angry
and upset
and sad
I don't like to say no
I don't like the feeling of not doing anything
I definitely don't like the indifferent feeling that I'm transmitting to my kids


decidi agir
expliquei aos miudos a minha ideia e 
juntos pensamos o que comprar
o que será que pode ajudar
e colocar um sorriso numa face desdentada
It was time for some action
Talked with the kids about my plan
and together we brainstormed
 of what would we should buy

numa tarde
nas ferias da Pascoa
preparamos os sacos
cada um com alguns bens que consideramos essenciais
garrafa de agua, pacote lenços de papel
escova de dentes, rebuçados
e outros pequenos nadas
e colocamos um em cada carro
one afternoon
we prepared the bags
each one of them with some goodies
water bottle, tissues
toothbrush, candy
and other little things
and we put one in each car



os miudos
quando vamos na rua
e vêem alguém que de certeza iria precisar e gostar do nosso mimo
perguntam-me
"mae, trouxe o saco?"
umas vezes sim outras não
e eu sorrio para dentro
a indiferença já não mora aqui
the kids
when we go in the street
and see someone who might need our bags
ask me
"mum, do you have the bags with you?"
sometimes I do
sometimes I don't
but every time
I smile to myself
the indifference doesn't live here


e agora 
sempre que nos semáforos
o velho da barba amarela do tempo
com o seu cajado e chapéu usado
vê o meu carro
reconhece-me
e agradece
eu quero dizer-lhe que quem agradece sou eu
mas o meu domínio de italiano não mo permite
(os motoristas atrás de mim também não!)
reforço o meu sorriso
e arranco
feliz
and now
every time that I stop at the traffic light
the old man with the yellow beard
with a helping stick and dignified hat
sees me
and receives my offer 
with gratitude
I just want to tell him
that it's me who thanks him
but my wordless italian doesn't let me
(the drivers behind me either!)
I reinforce my smile
and off I go
happy


tenham uma excelente semana
enjoy your week


12 comments:

Margarida Belchior said...

Parabéns!! Parabéns!!... :-)

Aprendi hoje uma coisa contigo!! ...e achei lindo!!

I'm proud of you!!
:-))

Beijinhos enormes para todos.

Ombemua - Saoirse said...

Que ideia óptima!
parabéns por um gesto tão bonito :)

Tucha said...

Êh lá grande lição! Uma iniciativa linda! Bjnh

na america profunda said...

Sem duvida de louvar, eu dou sempre dinheiro as vezes penso e sei que nao estou a ajudar mas a prejudicar porque nao estou a contribuir para matar a fome mas para matar o vicio, acho que vou seguir a tua bela ideia e andar sempre comigo esses saquinhos
beijinhos a todos voces

Tx said...

Amiga és única!!!
Isso é que é agir!!
Quando trabalhei nos ciganos fiquei um bocado insensível, pois há muito "aldrabão".
Aprendi que dar dinheiro nunca...costumo dar o pacote de bolachas que tenho no carro ou se vou na rua vou à mercearia e compro fruta para lhes dar.
A tua ideia é magnifica, genial!!!
Parabens a esta linda família por mais uma maravilhosa, bondosa e corajosa ideia!!
Bjs
Tx
PSVou partilhar no fcbk

Luísa R de Carvalho said...

Lindo!

sentido prático a resolver os problemas do mundo
Obrigada pelo que faz!

RITA said...

LINDO!!! Adorei, outra maneira de fazer voluntariado... Acho que vamos roubar a ideia...

Beijinhos grandes

Rita

Gonçalo said...

Obrigado
Joana
Continua a semear e quando menos esperares vais ter uma boa colheita.
Já conseguiste ganhar uns bons amigos Italianos.Que nunca mais te vão esquecer.......
Hoje conseguiste fazer-me sorrir...com uma lagrima no canto do olho , não sei se de saudades ou de Orgulho...
Gonçalo

Gonçalo

Pedro Ferreira da Silva, S.J. said...

Querida cunhada e queridos sobrinhos,

muitooooooooooooo obrigadoooooooooo...

Se o Papa Francisco sabe, penso que também vai querer ter uns saquinhos desses no Papamobile para distribuir durante as suas caminhadas ;-)

Beijos para todos.
Até já.

Mariana said...

aqui deixo o meu email: info@mae360.com

Anonymous said...

Tambem eu tenho essas duvidas que te incomodam. que linda ideia! A fome mata-se de muitas maneiras e esse dar do coração, é,sempre bem acolhido, porque estás lá inteira e recebes em troca um sorriso de felicidade.
Beijos a todos
Taty

Monika Kardoso said...

Isso é uma grande, grande ideia!! Muitos parabéns!!todos ficam a ganar especialmente nós!