10 September 2011

nós no campo

antes e depois da praia
estivemos no campo




são uns dias calmos
ao sabor do programa que aparecer ou não 
manhãs preguiçosas de pijama ao pequeno almoço


são dias que servem para as conversas necessárias quando estamos todos juntos
são dias para reforçar os laços familiares entre tios e primos
são dias para reviver vivências que só aqui podem ser vividas
neste lugar, nesta casa

a festa da aldeia e a sua procissão 
 ano após ano 
revejo as mesmas pessoas
a fé também se demonstra no peso que levam aos ombros
ou nos passos lentos ao som da banda
ao longo dos caminhos que ligam os dois lugares
e no final o bailarico
em que adoro fazer-me de convidada para uma dancinha folclórica




 ✿ a festa de anos dos sobrinhos
que este ano achamos uma diferença enorme 
do natal para o verão
mais crescidos, faladores e quase quase sem fraldas
que avanço!


uns miúdos bem simpáticos
que temos tido o privilégio de conhecer e mimar
e com eles tenho aprendido muito sobre a adopção


✿ o baptizado da mais nova
a benjamin da familia
uma calma de criança
um doce de vida

curiosamente com o vestido do Mr D


✿ já não podemos usar a capela da ribeira
para casamentos nem baptizados
novas regras
vindas de instâncias muito superiores
para mim muito difíceis de compreender
casei naquela capela
baptizei os meus filhos naquela capela
 chorei a morte de avós e primo e tio e gente da terra naqueles mesmos bancos
não consigo entender os argumentos 
para alguns válidos
para mim sem sentido nenhum


✿ os primos estiveram juntos
este ano
todos os nove 
diferentes idades
diferentes interesses e feitios
e por isso mesmo 
 aprendem a responsabilizarem-se pelos mais novos
sentem-se úteis em ajudar 
 ensinam algumas coisas aos mais novos
umas boas, outras menos "aconselháveis"
uma das universidades da vida
 fora da escola
esta convivência entre primos






✿ éramos 17
espalhados por duas mesas na sala
num barulho saudável à hora das refeições
muitas vezes 19
com uns tios que moram perto
e mostram que alguns laços de sangue são laços perfeitos
bem apertados pelas duas pontas do fio
não basta a ligação de sangue
pois só ela, por si só, não chega
é preciso que os dois lados estejam em harmonia para surgir um perfeito laço bem apertado
adoro esta fotografia
dos nossos anfitriões
mãe e pai
mais uma vez
obrigado


PS: algumas das fotos são do ano passado, mesmos eventos em anos diferentes

no próximo post "nós só nós"

♡ 

tenham todos uma boa semana






7 comments:

ombemua said...

Que imagens maravilhosas e descreveram tao bem, em conjunto com o que escreveste, o quanto foram felizes estas ferias!
Aquela menina de estrela no cabelo e tao mimosa :o)
E as foto dos primos estao *****
Daqui a muitos anos tenho a certeza que vao adorar ver
Boa semana

Baci*

Margarida Belchior said...

Há recordações que vão e que vêm, e que não nos deixam, que não deixam os nossos corações!

Lindíssima reportagem!

Beijinhos grds para todos.

Taty said...

Que bom recordar com toda a familia os bons tempos passados durante as férias.Os laços que se vão alimentando e crescendo e que para nós, mais velhos(falo por mim)são essenciais, porque atraves das brincadeiras, dos risos, dos abraços e dos beijos, nos sentimos fazendo parte da vossa vida...e sabe-nos tão bem!

RITA said...

LINDOS!!!!! Todos eles...Bjs
Rita

Tx said...

Amei mais esta tua reportagem.
Como é bom a vivência familiar tão proxima.
A tua família é mesmo especial, ainda bem que das valor.
Adorei todas as fotos...
Também tenho pena das "burocracias" da Igreja.
Big big kiss and Be brave.
Tx

na america profunda said...

Ai ... e ao ver estas fotos la vem as saudades e o quao e' dificil estar longe
ai vida
bjinhos

Tucha said...

Mais um capítulo deste verão que descreve bem toda a actividade destas férias inesqueciveis.
Uma pequena rectificação: na capela da Ribeira é permitido casamentos da familia.
Bjnhs