4 October 2011

o que fazer, quando...



a #4 ao tentar fazer a barba como o pai, cortou-se no lábio com a gilete?
a #3 chora com dores de barriga psicossomáticas porque tem saudades do pai e não quer mudar para Italia?
na aula de italiano aprendes duas linguas, o frances e o italiano?
as saudades são tantas que andam todos muito sensíveis, eu incluída?
te lembras de N coisas para dizer ao Mr D. mas quando estamos ao telefone esqueço-me de as dizer?
quero convencer o #2 que fica muito mais bonito de cabelo curto?
não acordo com o despertador?
quero tentar perceber se os miúdos estão a lidar bem ou não com a futura mudança?
a semana parece demorar séculos e o fim de semana segundos?
a minha To Do lista aumenta a olhos vistos mas as decisões ainda não podem ser tomadas?
tenho que esperar pela confirmação de termos Aquela casa em Roma? 
eles me perguntam "now that we have a school and almost a house, why don't we go now?"
andas tão stressada que te esqueces de coisas elementares/banais tais como comprar jantar?
vais ao medico pois sentes-te em baixo e ela como boa holandesa que é, da-te um livro para ler?
sinto que a decisão de ficar por aqui até Dezembro foi asneira?
me apetece largar tudo para as urtigas e ir já para Roma?



tenham todos um bom dia

9 comments:

Carla said...

Muita Força é o que tu precisas e muitos Pensamentos Positivos!!

Beijocas

RITA said...

Só uma coisa!!1 BEIJINHOS GRANDES!!! Do que precisares diz!!!

ombemua said...

oh poças....as mudanças trazem sempre coisas menos boas!
Mas com o tempo as coisas vão melhorando.
Forca, vais ver que tudo vai correr bem.

Baci*

A Produtora de Paparoca said...

Boa tarde! É muito complicado fazer grandes mudanças. Desejo-lhe muita força e mais força.
Bom resto de semana.

Bjnhos :)***

Tx said...

Amigaaaa, és fantástica!!! Mesmo mesmo fantástica. Uma Mae maravilhosa, atenta, carinhosa e paciente. Tu percebe-los como mais ninguém.
Uma mulher exemplar e companheira.
Força!!
Quandd tudo parece complicado e caótico e pomos em duvida tudo...respira fundo varias vezes e lentamente (parece que o nosso cérebro fica tonto) e depois pensa nas coisas maravilhosas porque passas-te, nos teus filhos encantadores como crê em lindos e amigos, no teu marido preocupado e que sempre te ouve e ajuda...que benção podermos ter estes pensamentos felizes.
Rezo para que tenhas forcas até ao Natal e para que sossegues a tua afiçao.
Um enorme beijo e obrigada pela tua partilha, eu gosto mais de escrever pois não me esqueço do que te quero dizer.
Tx

Margarida Belchior said...

... parar, contar até dez e respirar fundo!!

Bjs grds

Taty said...

Calculo o teu estado de espirito, mas tu és uma mulher forte e sensivel.É natural que sintas os pés a fugir debaixo de ti, mas logo,logo tu consegues recompor-te e criar um clima sereno e apaziguador.Quem não te conhece, sempre atenta à maneira de ser de cada um dos teus filhos e D.? Estás a passar por tempos dificeis; no entanto, lembra-te que nós estamos aqui deste lado presentes e prontos para te ajudar(às vezes ,não sabemos como)mas cheios de vontade...
Beijo grande carregado da força que conseguimos transmitir
Taty

Tucha said...

Oh rapariga! grande desabafo! isso vai mal... Mas... tudo tem solução! Calma, as soluções vão surgindo, não queiras resolver tudo ao mesmo tempo, nem antes de tempo.
Bjnhs grandes para todos.

Gonçalo said...

"comece por fazer o que é necessario,depois faça o que é possivel e em breve estará a fazendo o que é impossivel"

S.Francisco de Assis

Bom trabalho
Gonçalo